Boas vindas

Seja bem-vindo!

No Arrebatamento (Parte 2): Um será “TOMADO” E OUTRO “DEIXADO”

UM SERÁ “TOMADO” E OUTRO “DEIXADO” (Parte 2)
Por: Renato Teixeira.
Análise de Lucas 17.22-37 sobre os que serão “levados” e “deixado


Estaria Jesus querendo dizer que quando, em Sua “vinda”, uns forem “levados” por Ele (para o céu), os demais serão “deixados” APENAS PARA SEREM EXTERMINADOS?


O PONTO DE VISTA PÓS-TRITULACIONISTA:

Bem, para os chamados pós-tribulacionistas (aqueles que acreditam que o Arrebatamento dos cristãos só ocorrerá APÓS a Grande Tribulação) a resposta é: SIM! Jesus “tomará” ou “levará” os cristãos genuínos PARA o Céu (assim que Ele voltar após a Grande Tribulação) e “deixará” as demais pessoas PARA serem mortas e seus corpos consumidos por aves (abutres, águias, etc.) Ou seja, os que forem DEIXADOs não terão segunda chance. Pois seriam destruídos LOGO (repito: LOGO) a seguir. 




O PONTO DE VISTA PRÉ-TRITULACIONISTA:

Porém, para alguns chamados pre-tribulacionistas (aqueles que acreditam que o Arrebatamento dos cristãos ocorrerá ANTES da Grande Tribulação) o entendimento é que os “tomados” ou “levados” serão Arrebatados por Jesus para o Céu, enquanto que os “deixados” ficam para encarar o tempo da Grande Tribulação. Inclusive, para ALGUNS pre-tribulacionistas, aqueles que foram “deixados” (para trás) ainda terão uma nova chance de se redimir e serem salvos durante esse período.
 


OBSERVAÇÃO: Existem pre-tribulacionistas que já creem que os que ficarem não terão outra chance. (Mas, isso é outra questão, que será considerado num estudo dedicado)


O TEXTO BÍBLICO EM QUESTÃO:

Comecemos recordando o que Jesus declarou em Lucas 17.34-37:

“Digo-vos que naquela noite estarão dois numa cama; um será TOMADO, e outro será DEIXADO. Duas estarão juntas, moendo; uma será TOMADA, e outra será DEIXADA. Dois estarão no campo; um será TOMADO, e o outro será DEIXADO. E, respondendo, disseram-lhe: ONDE, Senhor? E ele lhes disse: ONDE ESTIVER o corpo, aí se ajuntarão as águias [ou ‘abrutres’].”

Então... aqui (em Lucas 17.22 a 37) vemos Jesus falando de Sua “vinda” NOS MESMOS TERMOS de Mateus 24. 37-41 (como nos dias de Noé).


O Raciocínio Pos-Tribulacionista ao Comparar Mateus 24.37-41 com Lucas 17.22-37:

Por causa disso (pelo fato de em Lucas 17.22 a 37 Jesus ter falado de Sua “vinda” NOS MESMOS TERMOS de Mateus 24. 37-41), os pos-tribulacionistas concluem que O MOMENTO QUANDO OCORRERÁ o “levar” de uns (o Arrebatamento) e o “deixar” de outros, SERIA APÓS a Grande Tribulação.

Mais do que isso: os pos-tribulacionistas concluem que aqueles que são “deixados” FICAM PARA SEREM EXTERMINADOS (esse extermínio seria LOGO a seguir).

E A RAZÃO DESSA CONCLUSÃO SERIA PELO FATO DE QUE ao finalizar, dizendo que “... um será tomado, e o outro DEIXADO”, logo a seguir os discípulos teriam perguntando “ONDE, Senhor?”. O que, por fim, Jesus responde: “ONDE ESTIVER o corpo, aí se ajuntarão as águias [ou ‘abutres’].” (Lucas 17.36, 37).

Ou seja, o ponto central da questão seria a palavra “ONDE” (no verso 37). Que seria significativo não só na pergunta dos discípulos; mas, também, na resposta de Jesus.

E ESSE “ONDE”, para os pos-tribulacionistas, INDICARIA UM LOCAL DE EXTERMÍNIO.

Mas, como eles chegam a essa segunda conclusão?

O próximo passo no argumento pos-tribulacionista é chamar atenção para Apocalipse 19.11-21 (em especial, os versos 17-18, 21). Pois essa passagem fala claramente que APÓS a “vinda” pública de Jesus no final da “Grande Tribulação”, e a derrota da Besta (o Anticristo) e seus exércitos na batalha de Armagedom, haverá corpos de mortos espalhados por toda a superfície da terra, para que, então, “todas as aves” possam se fartar “das suas carnes”.


CONSIDERAÇÃO PRE-TRIBULACIONISTA DA QUESTÃO:

Por mais que os pos-tribulacionistas tenham boa intenção, estão deixando escapar diversos detalhes significativos aqui. Vejamos.

Eis as razões do porque aqueles que serão “deixados” no momento do Arrebatamento não é para serem IMEDIATAMENTE destruídos:


1. A QUESTÃO DO LOCAL” E DOS DEIXADOS:

O cenário descrito no verso 37 (de Lucas 17) de fato se refere ao cenário de mortandade de Apocalipse 19.17-21 (depois da Batalha de Armagedom), que está relacionado com a “vinda” ou volta de Cristo após a Grande Tribulação (Apocalipse 19.11-16).

PORÉM, NÃO PODE SER IGNORADO QUE o referido cenário de mortandade descrito em Apocalipse 19.17-21 SE TRATA DE UM LOCAL ESPECÍFICO NA TERRA, e não de toda a Terra. Compare Apocalipse 17.17, 18 com Ezequiel 39.17-20.

Ou seja, O LOCAL DESSA MORTANDADE SERÁnos montes de ISRAEL” (verso 17 de Ezequiel 39).


Sendo assim... É UM EQUÍVOCO DIZER QUE OS “DEIXADOS” no dia e momento do Arrebatamento, serão deixados PARA encarar uma DESTRUIÇÃO LOGO A SEGUIR. Pois, se no Arrebatamento, aqueles que são “LEVADOS” e os que são “DEIXADOS” são pessoas de TODAS AS PARTES DA TERRA, então por que não apenas a destruição MAS, TAMBÉM, o LOCAL onde estariam os corpos daqueles que serão “DEIXADOS” será em Israel e não em todo o globo terrestre?
 

E por mais que também esteja dito no texto de Apocalipse 19.18 “carnes de TODOS, quer livres, quer escravos, tanto pequenos como grandes”, isto não pode significar que todos na Terra serão mortos num extermínio global após o Arrebatamento. Pois logo a seguir, no próprio contexto do relato, está dito que Satanás será aprisionado durante o Milênio “PARA que não ENGANASSE as NAÇÕES” (Ap 20.1-3, 7-8). Ou seja, mesmo após a referida carnificina, devido à Batalha de Armagedom (que ocorrerá em Israel) AINDA HAVERÁ NAÇÕES SOBRE A TERRA. Leia com cuidado Zacarias 12.1-3, 8-11; 13.8; 14.1-5, 9, 16. NOTE a indicação do LOCAL em Zacarias 12.11: “no Vale de MEGIDO” (ou seja, Armagedom).


PORTANTO:

1) Se os LEVADOS ou TOMADOS no momento do Arrebatamento são de TODAS AS PARTES da Terra, os DEIXADOS também são de TODAS AS PARTES da Terra;

2) Se os que FICAREM são pessoas de TODAS AS PARTES da Terra, que serão DEIXADAS no LOCAL onde se encontravam no momento do Arrebatamento, ENTÃO não podem se tratar dos mortos mencionados em Lucas 17.37. Porque tais mortos mencionados em Lucas 17.37 são os mesmos de Apocalipse 19.21. E Apocalipse 19.21 fala de uma destruição e carnificina que ocorrerá em UM LOCAL ESPECÍFICO DA TERRA: Israel;


2. A CRONOLOGIA OU ORDEM DOS EVENTOS:

Quando também levamos em conta a cronologia (ou seja, a ordem dos acontecimentos) no relato de Apocalipse 19.11-21; 20.1-5, então fica ainda mais difícil aceitar que tenha relação com o momento do Arrebatamento - quando um será “levado” (arrebatado) e outro “deixado”. Vejamos porque:

1) Ap 19.11-16: a “vinda” de Jesus com poder e grande glória;

2) Ap 19.17-21a: a Batalha do Armagedom;

3) Ap 19.21b: a “Grande Ceia” (dos corpos);

4) Ap 20.1-3: a prisão de Satanás (e reforçando: “PARA que não mais ENGANE as NAÇÕES” durante esse período. Indicando que ainda existirão pessoas sobre a Terra durante o Milênio, passíveis de serem enganadas pelo Diabo);

5) Ap 20.4a: o estabelecimento dos “tronos” – a base de governo durante o Milênio: Cristo governando com os “santos” (compare com Daniel 7.9, 13-14, 18, 22, 26);

6) Ap 20.4b: a ressurreição dos mártires dos dias da Besta (o Anticristo).

Note que A RESSURREIÇÃO dos mártires da Tribulação OCORRE APÓS a grande carnificina ocorrida em Armagedom (ou Vale de Megido - Israel), e NÃO ANTES dos corpos serem “deixados” para ser consumidos pelas “aves”.


PORTANTO:

Sendo assim, surge a seguinte pergunta para o pos-tribulacionista responder:

Uma vez que os salvos serão “levados” ou “tomados” no momento do Arrebatamento (E NESSE MESMO MOMENTO OCORRERÁ TAMBÉM A RESSURREIÇÃO dos que “morreram em Cristo”), então como explicar que Apocalipse 20.4b fala de uma ressurreição (de salvos) ocorrendo DEPOIS da destruição daqueles que foram “deixados”? Ou seja, uma ressurreição de salvos APÓS O ARREBATAMENTO? Que, na doutrina pos-tribulacionista, deverá ocorrer no Cap. 19 (assim que Cristo se revelar no Céu).

Geralmente, quando se deparam com este dilema, o pos-tribulacionista passa a questionar a cronologia (a ordem dos acontecimentos) de certas passagens do Livro de Apocalipse.



Continua na Parte 3.

6 comentários:

  1. perfeito Merece virar um video para aqueles que gostam e aprendem assimilam mais em ouvir amem? Deus te use poderosamente cada dia mais meu irmão ,por favor posta la o video dos TJs uma amiga não acreditou nesta façanha rsrsr te amo muito e JESUS MAIS AINDA! PAZ DE JESUS!!!

    ResponderExcluir
  2. Creio que quando se refere em ressurreição dos salvos seria em espírito e não fisicamente. Entendo como ressurreição o direito à vida eterna, a libertação da alma.

    Quem usar a marca da besta será de fato condenado durante a grande tribulação, portanto os que recusarem usar a tal marca acabará morto em corpo físico, ou seja, quem desejar viver (fisicamente) morrerá (não terá a vida eterna) e quem morrer (fisicamente) viverá (receberá a ressurreição e a vida eterna), da mesma forma que o Messias nos ensinou, pegue cada um a sua cruz e siga-me.

    Dizemo-vos, pois, isto, pela palavra do Senhor: que nós, os que ficarmos VIVOS (por não aceitar a marca da besta?) para a vinda do Senhor, não precederemos (acontecer antes) os que dormem. Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido, e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro. Depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor.
    1 Tessalonicenses 4:15-17

    Acredito particularmente que o arrebatamento será APÓS a grande tribulação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Certamente que sim. Atè ai tudo estarà consumado. "E assim estaremos sempre com o Senhor". Esta versão afirma claramente que são esses unicamente que vão estar salvos sob o arrebatamento entre vivos e mortos ao mesmo tempo, por ocasião da ressurreição. Sendo assim è obvio que não há outro arrebatamento a não ser este como evento final definitivo. Amèm!

      Excluir
  3. E como se dará a ressurreição do último dia? Antes ou depois do caos da tribulação?

    ResponderExcluir
  4. Engraçado, quando pergunto para um pré como estes de Ap 20:4 ressuscitarão se há apenas uma ressurreição e se ela já ocorreu 7 anos antes, como ressuscitarão estes?

    ResponderExcluir
  5. Quando Jesus voltar, os vivos em Cristo serão transformados, e os mortos em Cristo ressussitarão. Os vivos que tem o sinal da besta foi se esconder do explendor de Jesus, e vão morrer pelo sopro da sua boca. ficarão mortos por 1000 anos na Terra enquanto os justos estarão no céu. Satanás e seus anjos ficarão presos na terra destruída sem ninguém a quem tentar. Quando acabar os mil anos, a nova Jerusalém descerá para a terra, e os ímpios ressuscitarão. satanás será liberto e os induzirá a tentar invadir a cidade santa, mas cairá fogo do céu e os consumirá até a chama apagar.

    ResponderExcluir